terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Adeus Ano Velho! Feliz Ano Novo!


Mas o meu 2009 foi esplêndido! Saude, muita saúde! Isso é o que importa (como diz o Bial), "o resto, a gente corre atrás!"

Encontrei uma receita muito boa do Bolo Natalino (Confraria do Patchwork)... genteeee! Vou tentar fazer! Se der certo... Eu conto. Se não, .... também conto!!!!! Feliz Ano Novo!!! Que 2010 seja pleno de paz, saude e muitas alegriaaaaassss!!!


1 1/2 xic. de farinha de trigo
1 1/2 xic. de açúcar
3 ovos
1 1/2 xic. de uvas passas pretas
1 1/2 xic. de nozes picadas
1 1/2 xic. de amêndoas em lascas
5 a 6 figos secos picados
3 a 4 pêssegos frescos picados
6 a 7 damascos secos picados
1 1/2 xic. de ameixas pretas picadas
6 a 8 tâmaras picadas
1 colher (chá) de essência de baunilha
2 colh. (chá) de fermento em pó
2 colh. (sopa) de licor (de sua prefência)

Misturar todas as frutas com a farinha de trigo e o fermento. Reservar.
Bater os ovos com o açúcar e juntar à mistura de farinha, frutas e licor. Misturar bem.
Colocar a massa em forma de bolo inglês grande, untada e enfarinhada. Assar em temperatura média por 20 minutos, diminuir a temperatura do forno e deixar por mais 40 minutos.
Espere esfriar para desenformar.

Dica: Fica mais gostoso se embrulhado em papel alumínio, e guardado em temperatura ambiente por 1 a 2 semanas antes de consumir!

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Nesse Natal...



Nesse Natal, no Aniversário de Jesus, eu espero que meu coração se alegre e se torne mais leve. Nesse final de ano eu não estou em condições de sorrir muito, embora tenha tentado não ficar triste.. não estou conseguindo. Mas hoje de manhã, uma matéria no jornal matutino me fez refletir um pouco mais sobre os valores da vida. O que é e como se pode medir as coisas mais valiosas em nossa estada aqui pela terra. Valores como o amor entre as pessoas, a saude, a paz e a união, estar junto da família, são impagáveis, não têm preço, não se compra. Na matéria, uma criança em tratamento contra o cancer, fazia aulas de balet; era um sonho que ela realizava! Estava longe de casa, com muita saudade... e, por tudo isso, pelo que vi e senti..., não posso e não devo ficar triste. Papai Noel, lembra de mim? Eu colocava sapatinho na janela pra esperar uma boneca todos os anos e lhe esperava com muita alegria! Me traga esse ano, saude e união para minha família, eu ainda tenho um sapatinho para colocar na janela...
Feliz Natal e um Ano cheio de Amor, Paz e Prosperidade!!!

domingo, 13 de dezembro de 2009

Nunca é o que parece


Todos os anos, no Natal eu fico mais alegre, mais feliz e mais produtiva; ficava, porque esse ano, mesmo lutando, eu não consegui vencer a minha decepção e tristeza. Não vou aqui desfiar meus motivos pessoais, mas queria por fim a essa fase de decepção na minha vida. Sempre acreditei que se educa pelo exemplo, as crianças são os espelhos da vida e da educação que recebem dos pais... Então, ou esse preceito é mentira ou eu errei tanto que passei um pessimo exemplo. Estou muito triste, não posso nem nem dizer quanto! Meu coração tá partido em mil pedacinhos... . Eu queria acordar desse pesadelo.Um quadro sem imagem é agora o meu espírito.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

A Cozinha da Rita ficou pronta!



E ficou linda! Funcional, tudo no lugar certinho, ampla sem ser grande, tudo o que eu queria. Aproveitar espaços é uma habilidade, uma arte que eu, particularmente queria ter. Eu bem que tento, mas muitas vezes (na maioria delas), não consigo!A Rita também me deu o prazer de ler o meu e-mail no video dessa semana, fiquei muito feliz porque sou uma visitante bem assídua no blog Panelinha. Acho que ela é uma simpatia, competente e muito divertida. Vou continuar escrevendo, acho um grande estímulo para nós (cozinheiras de coração), os muitos conselhos e dicas que ela sabe dar tão bem. Eu não sou uma boleira de primeira, mas o bolo que ela preparou na cozinha nova, eu fiz junto e garanto, o pessoal lá de casa adorou! E eu, como mãezona que sou, colhi muitos eleogios da minha turmona!!!Aliás, escrever é o que mais gosto, meu projeto do romance ainda está no forno (no freezer, pra ser mais clara), mas um dia ele sai e tomara que todos gostem. Vou começar a postar os primeiros capítulos aqui no blog, espero que alguém leia.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Um lugar para sonhar!


Passeando pela net, encontrei um blog muito simpático, cheio de coisas boas. Nele eu encontrei um post sobre a casa do filme "Alguém tem que ceder". Um sonho! E um cantinho em particular me chamou atenção, o quarto da escritora e seu escritório; tudo o que sonhei na vida.
Posso ter tudo o que eu quero se acreditar e eu acredito sim, eu vou conseguir!!!!

domingo, 29 de novembro de 2009

Está chegando o natal... estou felizzzzzzzzzz


O Natal é a época que mais amo! Desde pequenina, quando ouvia atentamente as estórias que meu pai contava sobre o velhinho que trazia brinquedos, eu sentia que o meu espírito se elevava, ficava mais doce e mais terno. Mesmo hoje, passados tantos anos... o meu amado pai já não pode me contar as lindas estórias e nem pegar na minha mão e me apresentar ao mundo dos encantos, mas ficou a felicidade de um espírito que mra no meu coração e todos os anos, acende em mim, a chama da alegria e do amor.
Minyha arvore está quase completa, amahã eu vou terminá-la, dia 01 de dezembro, eu quero acendê-la com toda aminha família reunida, vou fazer um jantarzinho e volto pra dizer como foi.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Ainda não terminei


Pois é gente, ainda não terminei a organização das minhas "gavetas"..., mas pretendo. O que fiz foi organizar a minha pequenina parte do armário porque a do meu QM, nessa... eu tenho medo de colocar a mão. Tá certo, cada um com suas manias e não vai ser eu que irá "organizar" as gavetas de outra pessoa, mesmo que seja o meu amado companheiro.
Mas tem muitas coisinhas miúdas e graúdas que tenho que me desfazer! Por exemplo; na salinha do computador, estão amontoados vários livros e outras coisas afins porque eu simplesmente levei o armário para outro local da casa (pensando em comprar outro), "qualoquê"? Não comprei, e, as coisas estão lá, jogadas, espalhadas. Essa semana mais um produto foi jogado lá: a nossa televisão (a jurássica 29' polegadas), temo não conseguir andar lá dentro!
Olhei tudo aquilo e vi, tantas lembranças..., dá dó jogar tudo fora. Mas eu vou nesse fim de semana, sentar, organizar e e fazer aquela viagem no tempo que todo mundo faz de vez em quando. Se conseguir, volto pra dizer.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Mudança e reorganização


"Hoje eu vou mudar..., vasculhar minhas gavetas, jogar fora sent..." Era assim que a musica falava, "reorganizar a vida. Pois bem; além de me reorganizar, eu preciso encontrar espaços para coisas novas e, descartar coisas que não me servem mais. Ressentimentos tolos, lembranças tristes... e, ..., literalmente, organizar o meu guarda-roupa. Sentimentos a parte, meu guarda-roupa(desde que mudei para o quarto maior da casa), é tão pequenino! E, como estou sempre acumulando bobagens... já viu né? Transbordando de bobagens, é a palavra correta para definí-lo. Mas já me "agendei"; começo essa semana (não sei o dia), a implantar os 5s - nesse pequeno armário. Está chegando o Natal, eu preciso me orientar e aprender a não guardar tanto entulho! Quero tudo organizadinho e com o tanto de bagunça que aquilo lá tá, vai ser dificil, "mui dificil". Vou fotografar o PAP, quem sabe, quem sabe... .

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Estudando...


Hoje faremos a prova final do curso de cozinheiro... Vou sentir saudades daquelas tardes divertidas, entre panelas, fogo alto e muita conversa! Saudades mesmo das brigas... foram tantas... . Mas nenhum delas roubou o brilho da amizade e do espirito de equipe, o coração foi o maior aliado do grupo e saimos maiores e mais capazes.
Provavelmente estaremos juntos em outros cursos, talvez nem todos, mas as pessoas que passam pelas nossas vidas sempre deixam um pouco de si e levam um pouco de nós, então, de uma forma ou de outra, pelo vinculo, estaremos unidos. Parabéns a todos nós! Um curso muito bom. Parabéns ao SENAC-Mossoró/RN e aos professores que nos levaram ao conhecimento e, em especial, ao chef de cozinha Antonio Carlos.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Será que vai dar certo?!!

Resolvi arriscar e fazer a geléia de pimenta, afinal sou ou não uma Cozinheira??? Além do mais, dizem por aí que cozinha é uma Alquimia... então... só não posso é deixar\de tentar! Ela tá lá, no fogo, vermelhinha, linda e perfumada.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Um novo livro-um novo projeto


Pois é gente, estou muito feliz! Estou prestes a embarcar em uma nova e deliciosa leitura - "Julie e Julia". O filme está sendo lançado no Brasil,mas o livro já está a venda. Atual, divertido e simples, como é a vida.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Interessante


Da ultima vez que postei aqui, estava em duvida sobre onde e como guardar os meus amados livros; pois é, continuo na mesma, ou seja, ainda não me decidi! Mas..., visitando o site www.organizesuavida.com.br, encontrei uma dica que (tenho certeza) vai interessar atodas nós.
COMO ELIMINAR GERMES DE PANOS DE PRATO E ESPONJAS
O que é mais seguro: lavar a louça com um pano de pia ou com uma esponja? Como evitar que ambos adquiram um cheiro desagradável?

Na verdade, não é a ferramenta a grande culpada por espalhar germes na cozinha, e sim seu manuseio. Tecidos e esponjas são igualmente propícios à proliferação de bactérias, que se multiplicam na presença de partículas de comida e em ambientes úmidos e quentes.

Milhões de agentes patogênicos, provenientes de comida, podem estar vivendo naquele pedacinho de pano ou esponja e podem se espalhar facilmente, da tábua de madeira para o balcão da pia, e para outras áreas da cozinha. As esponjas podem acumular mais bactérias do que os tecidos, por serem mais espessas, secarem mais lentamente e terem muitos furinhos, que podem reter pequenas partículas de comida.

Quer você use um retalho de tecido ou uma esponja, não deixe de lavá-lo em água quente corrente e torcê-lo bem depois de cada uso. Guarde-o para que o mesmo seque rapidamente e permaneça seco. Não deixe a esponja ou tecido dobrado dentro da pia. Leve em consideração o uso de toalhas de papel para limpar carne ou ovos.

As bactérias são as responsáveis pelo mau-cheiro, por isso quando elas são eliminadas os odores são automaticamente eliminados. É possível destruir 99% dos germes presentes em uma esponja de celulose ao colocá-la em um prato com água e levá-las ao forno micro-ondas por um minuto, ou ainda colocá-la na lava-louças no programa de água quente. Isto deve ser feito diariamente ou depois de manusear carne ou ovos na cozinha. Sempre lave os panos de pia em água quente.

Troque-os pelo menos semanalmente e substituas as esponjas a cada duas semanas ou assim que elas começarem a se espedaçar.

Fonte: Martha Stewart

sábado, 22 de agosto de 2009

Um lugar para meus livros!


Que não troco uma boa leitura por nenhum outro programa, não faço segredo pra ninguém; por isso, estou com um grande amontoado de livros e sem saber onde colocá-los!
Existe um lugar na minha sala, ideal para uma grande e funcional estante, tenho pensando muito em utilizá-lo, mas ainda não me decidi por nenhum projeto, que diga-se de passagem, têm preços bem salgados, e vou aqui, pedir sugestões de modelos. Vou postar fotos do espaço e, "vamos ver no que que dá!"

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Um caldo pra lá de bom!!!


Todo mundo diz que quem faz curso de cozinheiro ganha alguns quilinhos. Será? Estou tentada a acreditar nessa estória, pois mesmo saindo do curso às 18:00 h eu sempre faço alguma coisa para os meus "comensais" aqui em casa, e, não é que acabo comendo mesmo de novo?Mas hoje a comidinha foi pra lá de light. Um caldinho super gostosinho, com direito a croutons e tudo! É menina, "coisa de quem entende..." (risos). Deixo aqui a receita pra quem quiser saborear.

1 litro de água
1/2 cebola picada
2 dentes de alho cortados bem picadinhos (achê)
salsinha picadinha (1 colher de chá)
3 colheres de (sopa) de extrato de tomate
100 gr de cane picadinha (usei um bife bem cortadinho)
2 sachês de caldo de legumes sazon
1 cenoura (metade picadinha a outra metade inteira
1 colher sopa de manteiga + outra de óelo ou azeite
1 xicara de leite
1 gema de ovo
Numa panela refoguei o alho, depois a cebola, coloquei a carne picadinha e um sachet do caldo de legumes. Depois de refogar, adicionei a salsinha, coloquei a ãgua e acrescentei a cenoura em cubinhos bem pequenos + a metade da cenoura inteira. Tampei e deixei cozinhar por meia hora.
A parte, misturei uma gema de ovo com o leite e mexi bastante. Reservei. Reirei a cenoura inteira da panela, coloquei no liquidificador com água e 1 colher de sopa de maisena; bati vem e devolvi à panela. Adiconei devagar o leite com a gema, emulsionei bem, coloquei o sachet de de legumes e deixei dar uma "cozinhadinha" pra pegar gosto. Simples não é? Servi com croutons integrais assados com azeite e oregano. Pode fazer, é delícia!

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Saude sempre!


Estou sempre as voltas com novidades em relação a alimentação saudável, é uma busca incessante de coisas boas pra incluir em minhas viagens culinárias e, acabei de encontrar um site de muitas coisas boas:http://www.mesabrasil.sesc.com.br/Cartilhas/Cartilha%20Receitas-02.pdf
Visitem!!!Vale a pena!
Hoje vou testar o que aprendi ontem na aula de cozinha: panaché de legumes (adorei!!!) e como sempre, testo a receita para os meus clientes especiais (marido e filhas), aliás, fica aqui o registro: são os meus mais fortes incentivadores, tudo o que faço é com um objetivo, que eles provem e se sintam bem. Meu maior tesouro.
O resultado eu vou contar depois.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Bons conselhos!


1. Não coma nada que sua avó não reconheceria como comida.

2. Evite comidas contendo ingredientes cujos nomes você não possa pronunciar.

3. Não coma nada que não possa um dia apodrecer.
4. Evite produtos alimentícios que aleguem vantagens para sua saúde.

5. Dispense os corredores centrais do supermercado e prefira comprar nas prateleiras periféricas.

6. Melhor ainda: compre comida em outros lugares, como feiras livres ou mercadinhos hortifrútis.

7. Pague mais, coma menos.

8. Coma uma variedade maior de alimentos.

9. Prefira produtos provenientes de animais que pastam.
10. Cozinhe, e se possível, plante alguns itens do seu cardápio.

11. Prepare suas refeições e coma apenas à mesa.

12. Coma com ponderação, acompanhado, quando possível, e sempre com prazer.

Bons não? Você pode ver mais aqui http://aprendizdecozinheiro.blogspot.com/

Um livro e uma lição para vida



É assim que começo esse novo post; estou lendo o livro " A Semente da Vitória" de Nuno Cobra, nem preciso dizer mais que "Estupendo"! Um livro que se aprofunda em nossa alma com uma incrível capacidade didática, nos fazendo realmente ler e aprender!!! Eu indico. Ainda nem terminei mas sinto os efeitos dessa genial leitura!!

Com isso, Tenho pensado em reformar a minha cozinha; quando construímos a nossa casa, não tínhamos muita noção de utilidade nos espaços escolhidos e desenhados. Sabíamos que gostaríamos de muuuiiiiito espaço! E decididamente, não pensamos em aproveitá-lo! (que pena!!!).

O certo é que ficamos com espaços imensos e sem uso. Nada hoje que eu compre dá certo na cozinha e, visitando o site da Rita Lobo (panelinha), tenho me conscientizado das inúmeras bobagens que fiz quando me atrevi a ser arquiteta da minha própria cozinha.

Agora, além de contratar uma arquiteta, vamos pensar mais um pouco sobre o que usamos para compor o nosso espaço. Afinal, na época, marido com curso em doutorado, cidades diferentes, viagens e 4 crianças, eu não tinha muita ideia do que fazer. Hoje, filhos criados, netos chegando (já tenho um), podemos avaliar com mais calma um cantinho funcional e de muito bom gosto.
O que isso tem haver com Nuno Cobra? Tudo! Estou aprendendo a raciocinar de forma lógica e isso tem muito haver com as minhas decisões, inclusive com meu estilo de vida!

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Um carinho de avó - Mudando hábitos com Carinho e Amor


Fazendo o meu curso de cozinheiro, tenho observado alguns hábitos alimentares da minha família; com meu neto Arthur não tem sido diferente. Enquanto minhas filhas eram crianças, me dediquei muito a alimentação delas (na época não havia a maravilha da internet e eu pode me dar ao luxo de ficar em casa só cuidando delas), li muito, pesquisei sobre alimentação em livros e revistas e sempre procurei por em prática o que aprendi. Mas com o amadurecimento, elas tomaram as rédeas das suas praticas alimentares e aí, eu tive que respeitar. Mesmo assim, procuro colocar na mesa, o resultado das minhas pesquisas; sabe como é, Mãe é Mãe!
Como disse a cima, meu neto vem enfrentando esses maus hábitos e sentindo no organismo, o preço que se paga por uma alimentação moderna e pouco recomendável. Diante disso tive uma certeza: esse é o meu caminho, vou direcionar meus conhecimentos para a área da alimentação infantil. A proposta? Oferecer alimentação saudável com tecnicas modernas de culinária às crianças cuja vida corrida dos pais, que precisam trabalhar e não dispõem de tempo.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Uma dúvida!


Tenho em minha casa uma arvore grande que me dá sombra. Aliás, sem ela não existe um time no calor insuportável na fachada da minha casa. O fato é que a raiz dessa arvore está arrebentando todo o chõ ao seu redor; o portão lateral já não abre totalmente... A dúvida? Se corto! Essa semana eu assisti no programa da Regina Casé, "Um pé de quê?", a explicação para o acontecido. Eu cavei um buraco muito pequeno para a mudinha, parecia uma arvorezinha, mas quando cresceu, as raízes não poderam se espalhar corretamente pelo fato de estar muito "apertada". Agora eu fico na pena de cortá-la... Me deu tanta sombra... Ainda não sei o que fazer. Alguém pode me ajudar? Vou postar uma foto dela aqui.É uma Acácia. Está comigo desde q me mudei. São 26 anos, uma longa história.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Sem tempo!


Tantas emoções...!

Ando sumida porque em meio a tantos afazeres (estou sem ajudante domestica), curso em andamento, meu trabalho...enfim! Sem tempo nenhum!! Por isso estou atrasada por aqui, mas com muita vontade.

Como disse, fiz curso de confeitaria, pensei em me especializar mas, resolvi cursar o Cozinheiro Profissional e assim não terei tempo. Mas as aulas estão ótimas, tenho aprendido muita coisa, técnicas que desconhecia. Em paralelo, tento me aprofundar em leituras para conhecer mais a fundo o universo da gastronomia.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Como é linda a Confeitaria!


Fiz um curso rápido de confeitaria e decoração de bolos. Nem preciso dizer que AMEI! Aprendi muitas coisas que nunca imaginei! Mas o melhor de tudo foi fazer novos amigos. Breve postarei fotos do curso.

domingo, 14 de junho de 2009

Eu não sabia... , agora sei!!!!


Que o caviar é uma ova de um peixe chamado esturjão! A semana passada em uma das nossas aulas de cozinha, o professor nos passou gentilmente essa informação. Outra ova que não essa, não é caviar não, é ova mesmo! Que bom é aprender!

No site Panelinha (excelente), vi essa explicação mais detalhada e aqui transcrevo. Visitem www.panelinha.com.br, é muito bom!

"E por falar em caviar, o esturjão é um peixe que vive em águas profundas e frias, como no mar Negro, na Rússia. Existem quatro espécies de esturjão que têm caviar comercializado: beluga (o mais comum), sevruga, osetra e uma espécie muito rara, o dourado alma. Ele é um peixe meio pré-histórico que está ameaçado de extinção. Por isso, hoje, os pescadores fazem uma “cesariana” nas fêmeas, retiram as ovas, costuram e devolvem para o mar. Antigamente, os pescadores matavam as fêmeas para abrir a barriga e extrair o caviar."

Na foto acima, eu estou lá atrás, tirada durante a nosa visita no Termas.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Uma coisa muito séria!

Um tempo:
Para absolver muitas aflições... Minha filha teve Dengue Hemorrágica, uma coisa muito séria, e as autoridades, de forma irresponsável, dão as costas. Uma coisa tão fácil de acabar se "eles" tivessem interesse no bem-estar das pessoas. Para repensar nossas escolhas nas próximas eleições.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Sabores da infância

Costumam dizer que sabores e aromas ficam guardados em nossa mente para sempre. Eu, pessoalmente acredito nessa afirmação; até hoje consigo sentir o aroma da minha lancheira quando fazia o primário no "Ginásio Sagrado Coração de Maria - GSCM" e por isso, um assunto ontem, durante a aula de gastronomia me chamou atenção em particular: a lembrança de um bolo, de receita muito antiga, que eu quando criança, não dispensava uma fatia generosa após as aulas nos finais de tarde. Era num carrinho rústico de madeira envelhecida e de muitas cores, que um senhor (não lembro do nome dele), vendia essa maravilha,"Bolo Luis Felipe" - MARAVILHOSO! Lembranças que até hoje me afloram quando estou na cozinha... . Por isso, achei a receita e o segredo para que ele tivesse aquela cor diferente, que tanto me atraía! Algumas vezes, na calçada de casa, ao escutar o som da voz que anunciava o bolo, meus primos me diziam... "Esse bolo é sujo! Como você consegue comer?!!" Era a cor... aquela cor que o diferenciava dos demais e que eu conhecia ser o segredo do seu magnifíco sabor.

Bolo Luis Felipe
Bolo Luiz Felipe


BOLO LUIZ FELIPE

Ingredientes:

4 claras

10 gemas

1 ½ xícara (chá) farinha de trigo

1 xícara (chá) de leite de coco

1 xícara de manteiga sem sal

3 xícara (chá) de açúcar

1 1/2 xícara de água

1 colher de chá de sal

Modo de Fazer:

Faça uma calda com o açúcar e água e leve ao fogo sem mexer, até o ponto de fio. Junte a manteiga e o sal e deixe esfriar.

Bata as claras em neve e acrescente as gemas, uma a uma, e bata mais. Acrescente a farinha de trigo peneirada, alternando com o leite de coco. Junte a calda e misture bem.

Leve ao forno pré-aquecido, em forma de anel untada e polvilhada por aproximadamente uma hora.


Achei essa receita no http://vivifort.multiply.com/reviews/item/2

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Uma exlicação para uma paixão!

Quando iniciei o meu curso de cozinheiro eu disse que iria escrever aqui todas as experiências vividas nesse ambiente. Não tive muito tempo, mas estou aqui agora pra contar que o curso está indo as mil maravilhas, uma turma muito boa, divertida e integrativa. Ainda não entramos na cozinha, mas as aulas estão sendo ótmas! Tivemos aulas de ética no ambiente de trabalho; turismo e hotelaria (EXCELENTE), saúde e segurança no trabalho e agora estamos em sala com comunicação escrita e oral e nutrição e praticas dietéticas! Um show! Estaremos entrando na cozinha em Julho e eu tenho certeza de que vai ser muito bom.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Nem acredito!


Quando se faz algo com tanto amor e dedicação, o resultado só pode ser muito bom!
Fazia um bom tempo que eu "namorava" a Torta Holandesa, mas sem muita coragem para arriscar. Semana passada, meu marido me presenteou com uma forma nova de aro removivel e eu... encontrei no blog http://www.madamesnacozinha.blogspot.com/, a receita dessa maravilha! Criei coragem e mãos a obra! Gente, ficou linda e gostosa! Fez tanto sucesso que acabou ontem mesmo!!! Palmas para a minha "coragem".
Em tempo: continuo firme no meu curso de Cozinheiro Basico - posso dizer que finalmente faço algo com o coração e isso, não tem dinheiro que pague.
Peço licença ao blog acima para mostrar a foto, pq a minha, embora tenha ficado igualzinha, eu não tenho!!

quarta-feira, 15 de abril de 2009

COMEÇOU!!!!


Ontem tive o prazer e a alegria de iniciar o meu curso de Cozinheiro Básico no SENAC. Um antigo sonho que a muito tempo tento tornar realidade. Dia a dia vou tentar postar aqui as experiências e as minhas aventuras por esse "planeta" chamado Culinária!!!!

Pela primeira vez estou fazendo o que mais amo!!! Aprender os segredos de uma cozinha!!!

De agora em diante, tenho certeza, farei acontecer os meus sonhos!!!

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Dicas Inteligentes


Dicas e Técnicas de Culinária

Seguem algumas dicas...

Colocar semente de linhaça, gergelim nozes, açafrão no arroz;
Para dar um sabor diferente no arroz, quando a água estiver secando, junte salsa ou coentro e deixe acabar de cozinhar;
Se caso você queimar o arroz, coloque a panela destampada em cima de uma toalha molhada, assim você retira o cheiro e o gosto de queimado de arroz
Para o caldo do feijão ficar grosso, bater 1 xícara de feijão e acrescentar na panela com os demais;
Para dessalgar o feijão, coloque 1 cebola inteira lavada e descascada e deixe cozinhando junto;
Usar o liquido de cozimento de verduras e legumes em outras preparações;
Colocar suco de laranja na salada de fruta;
Fazer verduras e legumes no vapor para não perder as propriedades nutricionais;
Numa família de 4 pessoas, utilizar apenas 1 lata de óleo por mês;
Fazer tempero para salada com molho de iogurte;
Utilizar pouco sal no preparo dos alimentos;
Lavar diariamente pano de prato ;
Lavar bem os paninhos de pia, esponjas e principalmente a cuba da pia para evitar contaminação alimentar;
Não deixar a esponja de aço (bombril) na esponja (utilizar e jogar no lixo);
Utilizar 2 tábuas: 1 para alimento crú e outra de alimento cozido;
Higienizar muito bem a peneira depois de usar, pois pode ficar com minúsculos pedaços de alimentos.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Dicas Inteligentes

Não me canso de "fuçar" sobre proteção à vida humana nesse lindo planeta azul, tão inconsequentemente ameaçado de muchar feito uma folha... E, tudo o que encontro, toda materia que leio ou blogs e sites que visito, extraio um pouco da luta de pessoas inteligentes que desejam preservar a vida.

Essas dicas? Tirei daqui: http://planetasustentavel.abril.com.br/blog/auxina/158850_post.shtml

Evite produtos com muitas embalagens. Exemplo: bolachas embaladas individualmente em plásticos, todos dentro de uma caixa de papelão fina, envolvida em uma caixa de papelão mais grossa. Essa fórmula gera uma quantidade enorme de lixo.


"Compre produtos ambientalmente corretos. Dê preferência a produtos concebidos nas bases do eco-design, que considera os impactos ambientais em todos os estágios do desenvolvimento do produto, como planejamento, produção, embalagem, distribuição, descarte etc. Prestigie também os produtos feitos com material reciclado.


Leve sua própria sacola ao fazer as compras. Assim você deixará de vários sacos plásticos. Se não for possível, procure encher bem os saquinhos para reduzir a quantidade deles que você leva para casa e que irão parar no lixo. Este tipo de saco, que, em São Paulo, por exemplo, corresponde a 40% das embalagens jogadas no lixo, demora 450 anos para se decompor e ocupa de 15% a 20% do volume de um lixão, embora corresponda a apenas de 4% a 7% de sua massa. Portanto, seu uso deve ser evitado.

segunda-feira, 30 de março de 2009

Essa eu não sabia


Uma dica do Panelinha muito interessante, lá em casa vai muitos grãos para o lixo por causa de bichinhos indesejáveis! Agora eu vou tentar esse truque porque morro de medo de inseticidas!

"É comum guardar grãos, como feijão, ervilha, arroz, lentilha, farinha, trigo, etc... em recipientes com tampas. No entanto, por mais vedados que os potes estejam, os danados dos bichinhos insistem em entrar e estragar nossos mantimentos. Uma dica fácil para evitar essas aparições é colocar uma folha de louro ou uma pimenta - crua é claro! - dentro dos potes. Tanto a pimenta quanto a folha de louro são repelentes naturais e, portanto, mantêm os bichinhos bem distantes."

segunda-feira, 16 de março de 2009

Longevidade!


Uma pitadinha de sáúde: Coalhada! Garimpei do site rosi

Muitos são os beneficios da ingestão dessa maravilha todos os dias!! Se vou fazer? Evidente que sim! Aliás, hoje começa o meu curso de Cozinheiro Básico no SENAC, nem precisa dizer que estou super ansiosa!!

"Coalhada Fresca ( Laban)

Ingredientes:

1 litro de leite B ( eu uso A)
2 colheres de sopa de coalho

Obs: Coalho ( em árabe Raubi), é uma forma de coalhada extraída de outra, feita anteriormente. Outra opção é usar, como coalho, iogurte natural. Neste caso, porém, nas primeiras vezes a coalhada ficará mais ácida.

Preparo:

Colocar o leite numa panela, levar ao fogo até ferver. Retirar do fogo e deixar amornar até atingir a temperatura de, aproximadamente, 45ºC. Não dispondo de um termômetro, proceder da seguinte forma: colocar o dedo no leite e contar até dez; em se suportando a temperatura, este será o ponto ideal para fazer a coalhada.

Á parte, diluir o coalho em um pouco do próprio leite morno e juntar ao restante. Mexer bem, airando com uma concha, da seguinte forma: mergulhar a concha no leite, levantá-la e, do alto, verter o leite de modo a fazer espuma e oxigenar. repetir o procedimento algumas vezes.
Colocar em um ou mais recipientes( de preferência de cerâmica ou louça), tampar e envolver com um pano grosso, para manter o calor. Deixar repousar por, no mínimo, 2 horas, no verão, e por 3 horas no inverno, sem mexer.

Após coalhar, levar à geladeira por, no mínimo, 2 horas antes de consumir.

O segredo está em negrito! O tempo estimado é bem superior ao de cima, pelo menos, aqui em casa fica umas 6 horas para ficar no ponto que eu gosto."

É

sexta-feira, 13 de março de 2009

Um sonho...!!!


Genteeee! Eu vou começar o meu curso de Cozinheiro Básico no SENAC na próxima segunda-feira. Nem preciso dizer quão feliz eu estou!!!

Sou apaixonada por sabores, aromas e natureza, espero conhecer muitos segrdod e tecnicas culinárias! E adianto: não vou parar por aí não!!!!

Todos os dias vou postar as minhas experiências! Estou feliz realmente!!!!!

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Realizado!


Um vô desses... eu queria ter viu Arthur Braga!

Meu marido e meu neto... uma imagem que quero guardar para sempre.

Em Tibau, Janeiro/2009.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

De volta pra casa!!!!


Terminaram as férias!!!
Pra falar a verdade eu já andava com uma vontade danada de voltar! Férias para mim é sinonimo de trabalho! Volto com fotos!

Eco vilas um conceito atual

Quanta maldade!

Mães - Anjos de Deus!


Mães Morrem Quando Querem
Por Alexandre Pelegi

Eu tinha 7 anos quando matei minha mãe pela primeira vez. Eu não a queria junto a mim quando chegasse à escola em meu 1º dia de aula. Eu me achava forte o suficiente para enfrentar os desafios que a nova vida iria me trazer. Poucas semanas depois descobri aliviado que ela ainda estava lá, pronta para me defender não somente daqueles garotos brutamontes que me ameaçavam, como das dificuldades intransponíveis da tabuada.
Quando fiz 14 anos eu a matei novamente. Não a queria me impondo regras ou limites, nem que me impedisse de viver a plenitude dos vôos juvenis. Mas logo no primeiro porre eu felizmente a descobri rediviva – foi quando ela não só me curou da ressaca, como impediu que eu levasse uma vergonhosa surra de meu pai.
Aos 18 anos achei que mataria minha mãe definitivamente, sem chances para ressurreição. Entrara na faculdade, iria morar em república, faria política estudantil, atividades em que a presença materna não cabia em nenhuma hipótese. Ledo engano: quando me descobri confuso sobre qual rumo seguir voltei à casa materna, único espaço possível de guarida e compreensão.
Aos 23 anos me dei conta de que a morte materna era possível, apenas requeria lentidão… Foi quando me casei, finquei bandeira de independência e segui viagem. Mas bastou nascer a primeira filha para descobrir que o bicho "mãe" se transformara num espécime ainda mais vigoroso chamado "avó". Para quem ainda não viveu a experiência, avó é mãe em dose dupla…
Apesar de tudo continuei acreditando na tese da morte lenta e demorada, e aos poucos fui me sentindo mais distante e autônomo, mesmo que a intervalos regulares ela reaparecesse em minha vida desempenhando papéis importantes e únicos, papéis que somente ela poderia protagonizar… Mas o final dessa história, ao contrário do que eu sempre imaginei, foi ela quem definiu: quando menos esperava, ela decidiu morrer. Assim, sem mais, nem menos, sem pedir licença ou permissão, sem data marcada ou ocasião para despedida.
Ela simplesmente se foi, deixando a lição que mães são para sempre. Ao contrário do que sempre imaginei, são elas que decidem o quanto esta eternidade pode durar em vida, e o quanto fica relegado para o etéreo terreno da saudade…
"Escrevi essa crônica em 11 de março de 2008, um dia após a morte de Ignês Pelegi de Abreu, minha mãe. Naquela época eu não tive condições de ler o texto no ar, no que fui socorrido pelo meu amigo Irineu Toledo. Hoje, um ano após sua morte, repito essa crônica em homenagem não só a ela, como a todas as mães que habitam o céu."

Recebi via e-mail. Parabéns a todas as Mães!

Me apaixonei por ecologia...

Loading...

Tricotando a vida

"A vida é como um tricô.Deus te dá a lã e as agulhasE te diz: Tricota o melhor que puder, um ponto de cada vez,Cada ponto é um dia na agulha do tempo.Depois de 12 carreiras de 30 ou 31 pontos,Terás 365 pontos,Em dez anos, cerca de 3650 pontos...Alguns são pelo direito, outros pelo avesso;;;Há pontos que se perdem...Mas que podemos recuperar...A lã que o bom Deus nos dáPara tricotar nossa existênciaÉ de todas as cores:Rosa como nossas alegrias, negra como nossos sofrimentos,Cinza como nossas dúvidas, verde como nossas esperanças,Vermelha como nossos amores, azul como nossos desejos,Branca como a fé que temos nele.Quantos pontos caberão no tricô de tua vida?Só Deus é quem sabe!
“Gastronomia é a arte de usar a comida para criar felicidade”
Krafft-EbbingMargarida Nogueira**

Adoro Cachorro!

Aos nossos filhos: aqueles a quem muito amamos

A filha dizia à Mãe como tudo ia errado. Ela não se saíra bem na prova de Matemática, ...O namorado resolveu terminar com ela e a sua melhor amiga estava de mudança para outra cidade.Em horas de amargura, a mãe sabia que poderia agradar a filha preparando-lhe um bolo. Naquele momento não foi diferente. Abraçou a filha e levou-a à cozinha, conseguindo arrancar da moça um sorriso sincero.Logo que a mãe separou os utensílios e ingredientes que usaria e os colocou na mesa, perguntou à filha:- Querida, quer um pedaço de bolo?- Mas já, mamãe? É claro que quero. Seus bolos são deliciosos...-Então está bem, respondeu a mãe. Tome um pouco desse óleo de cozinha!Assustada, a moça respondeu:- Credo, mãe! Que tal então comer uns ovos crus, filha?- Que nojo, Mãe!- Quer então um pouquinho de Farinha de Trigo ou Bicarbonato de Sódio?- Mãe, isso não presta! A Mãe então respondeu:- É verdade, todas essas coisas parecem ruins sozinhas, mas quando as colocamos juntas, na medida certa...Elas fazem um bolo delicioso!Deus trabalha do mesmo jeito. Às vezes a gente se pergunta por que Ele quis que nós passássemos por momentos difíceis, mas Deus sabeque quando Ele põe todas essas coisas na ordem exata, elas sempre nos farão bem.A gente só precisa confiar n'Ele e todas essas coisas ruins se tornarão algo fantástico! Deus é louco por você. Ele te manda flores em todas asPrimaveras...O nascer o Sol todas as manhãs...E sempre que você quiser conversar, Ele vai te ouvir!Ele pode viver em qualquer lugar do universo, e Ele escolheu o seu coração!
Encontrei aqui: http://sintonia106fm.blogspot.com/2008/03/lio-de-perseverana.html