sábado, 22 de agosto de 2009

Um lugar para meus livros!


Que não troco uma boa leitura por nenhum outro programa, não faço segredo pra ninguém; por isso, estou com um grande amontoado de livros e sem saber onde colocá-los!
Existe um lugar na minha sala, ideal para uma grande e funcional estante, tenho pensando muito em utilizá-lo, mas ainda não me decidi por nenhum projeto, que diga-se de passagem, têm preços bem salgados, e vou aqui, pedir sugestões de modelos. Vou postar fotos do espaço e, "vamos ver no que que dá!"

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Um caldo pra lá de bom!!!


Todo mundo diz que quem faz curso de cozinheiro ganha alguns quilinhos. Será? Estou tentada a acreditar nessa estória, pois mesmo saindo do curso às 18:00 h eu sempre faço alguma coisa para os meus "comensais" aqui em casa, e, não é que acabo comendo mesmo de novo?Mas hoje a comidinha foi pra lá de light. Um caldinho super gostosinho, com direito a croutons e tudo! É menina, "coisa de quem entende..." (risos). Deixo aqui a receita pra quem quiser saborear.

1 litro de água
1/2 cebola picada
2 dentes de alho cortados bem picadinhos (achê)
salsinha picadinha (1 colher de chá)
3 colheres de (sopa) de extrato de tomate
100 gr de cane picadinha (usei um bife bem cortadinho)
2 sachês de caldo de legumes sazon
1 cenoura (metade picadinha a outra metade inteira
1 colher sopa de manteiga + outra de óelo ou azeite
1 xicara de leite
1 gema de ovo
Numa panela refoguei o alho, depois a cebola, coloquei a carne picadinha e um sachet do caldo de legumes. Depois de refogar, adicionei a salsinha, coloquei a ãgua e acrescentei a cenoura em cubinhos bem pequenos + a metade da cenoura inteira. Tampei e deixei cozinhar por meia hora.
A parte, misturei uma gema de ovo com o leite e mexi bastante. Reservei. Reirei a cenoura inteira da panela, coloquei no liquidificador com água e 1 colher de sopa de maisena; bati vem e devolvi à panela. Adiconei devagar o leite com a gema, emulsionei bem, coloquei o sachet de de legumes e deixei dar uma "cozinhadinha" pra pegar gosto. Simples não é? Servi com croutons integrais assados com azeite e oregano. Pode fazer, é delícia!

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Saude sempre!


Estou sempre as voltas com novidades em relação a alimentação saudável, é uma busca incessante de coisas boas pra incluir em minhas viagens culinárias e, acabei de encontrar um site de muitas coisas boas:http://www.mesabrasil.sesc.com.br/Cartilhas/Cartilha%20Receitas-02.pdf
Visitem!!!Vale a pena!
Hoje vou testar o que aprendi ontem na aula de cozinha: panaché de legumes (adorei!!!) e como sempre, testo a receita para os meus clientes especiais (marido e filhas), aliás, fica aqui o registro: são os meus mais fortes incentivadores, tudo o que faço é com um objetivo, que eles provem e se sintam bem. Meu maior tesouro.
O resultado eu vou contar depois.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Bons conselhos!


1. Não coma nada que sua avó não reconheceria como comida.

2. Evite comidas contendo ingredientes cujos nomes você não possa pronunciar.

3. Não coma nada que não possa um dia apodrecer.
4. Evite produtos alimentícios que aleguem vantagens para sua saúde.

5. Dispense os corredores centrais do supermercado e prefira comprar nas prateleiras periféricas.

6. Melhor ainda: compre comida em outros lugares, como feiras livres ou mercadinhos hortifrútis.

7. Pague mais, coma menos.

8. Coma uma variedade maior de alimentos.

9. Prefira produtos provenientes de animais que pastam.
10. Cozinhe, e se possível, plante alguns itens do seu cardápio.

11. Prepare suas refeições e coma apenas à mesa.

12. Coma com ponderação, acompanhado, quando possível, e sempre com prazer.

Bons não? Você pode ver mais aqui http://aprendizdecozinheiro.blogspot.com/

Um livro e uma lição para vida



É assim que começo esse novo post; estou lendo o livro " A Semente da Vitória" de Nuno Cobra, nem preciso dizer mais que "Estupendo"! Um livro que se aprofunda em nossa alma com uma incrível capacidade didática, nos fazendo realmente ler e aprender!!! Eu indico. Ainda nem terminei mas sinto os efeitos dessa genial leitura!!

Com isso, Tenho pensado em reformar a minha cozinha; quando construímos a nossa casa, não tínhamos muita noção de utilidade nos espaços escolhidos e desenhados. Sabíamos que gostaríamos de muuuiiiiito espaço! E decididamente, não pensamos em aproveitá-lo! (que pena!!!).

O certo é que ficamos com espaços imensos e sem uso. Nada hoje que eu compre dá certo na cozinha e, visitando o site da Rita Lobo (panelinha), tenho me conscientizado das inúmeras bobagens que fiz quando me atrevi a ser arquiteta da minha própria cozinha.

Agora, além de contratar uma arquiteta, vamos pensar mais um pouco sobre o que usamos para compor o nosso espaço. Afinal, na época, marido com curso em doutorado, cidades diferentes, viagens e 4 crianças, eu não tinha muita ideia do que fazer. Hoje, filhos criados, netos chegando (já tenho um), podemos avaliar com mais calma um cantinho funcional e de muito bom gosto.
O que isso tem haver com Nuno Cobra? Tudo! Estou aprendendo a raciocinar de forma lógica e isso tem muito haver com as minhas decisões, inclusive com meu estilo de vida!

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Um carinho de avó - Mudando hábitos com Carinho e Amor


Fazendo o meu curso de cozinheiro, tenho observado alguns hábitos alimentares da minha família; com meu neto Arthur não tem sido diferente. Enquanto minhas filhas eram crianças, me dediquei muito a alimentação delas (na época não havia a maravilha da internet e eu pode me dar ao luxo de ficar em casa só cuidando delas), li muito, pesquisei sobre alimentação em livros e revistas e sempre procurei por em prática o que aprendi. Mas com o amadurecimento, elas tomaram as rédeas das suas praticas alimentares e aí, eu tive que respeitar. Mesmo assim, procuro colocar na mesa, o resultado das minhas pesquisas; sabe como é, Mãe é Mãe!
Como disse a cima, meu neto vem enfrentando esses maus hábitos e sentindo no organismo, o preço que se paga por uma alimentação moderna e pouco recomendável. Diante disso tive uma certeza: esse é o meu caminho, vou direcionar meus conhecimentos para a área da alimentação infantil. A proposta? Oferecer alimentação saudável com tecnicas modernas de culinária às crianças cuja vida corrida dos pais, que precisam trabalhar e não dispõem de tempo.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Uma dúvida!


Tenho em minha casa uma arvore grande que me dá sombra. Aliás, sem ela não existe um time no calor insuportável na fachada da minha casa. O fato é que a raiz dessa arvore está arrebentando todo o chõ ao seu redor; o portão lateral já não abre totalmente... A dúvida? Se corto! Essa semana eu assisti no programa da Regina Casé, "Um pé de quê?", a explicação para o acontecido. Eu cavei um buraco muito pequeno para a mudinha, parecia uma arvorezinha, mas quando cresceu, as raízes não poderam se espalhar corretamente pelo fato de estar muito "apertada". Agora eu fico na pena de cortá-la... Me deu tanta sombra... Ainda não sei o que fazer. Alguém pode me ajudar? Vou postar uma foto dela aqui.É uma Acácia. Está comigo desde q me mudei. São 26 anos, uma longa história.

Eco vilas um conceito atual

Quanta maldade!

Mães - Anjos de Deus!


Mães Morrem Quando Querem
Por Alexandre Pelegi

Eu tinha 7 anos quando matei minha mãe pela primeira vez. Eu não a queria junto a mim quando chegasse à escola em meu 1º dia de aula. Eu me achava forte o suficiente para enfrentar os desafios que a nova vida iria me trazer. Poucas semanas depois descobri aliviado que ela ainda estava lá, pronta para me defender não somente daqueles garotos brutamontes que me ameaçavam, como das dificuldades intransponíveis da tabuada.
Quando fiz 14 anos eu a matei novamente. Não a queria me impondo regras ou limites, nem que me impedisse de viver a plenitude dos vôos juvenis. Mas logo no primeiro porre eu felizmente a descobri rediviva – foi quando ela não só me curou da ressaca, como impediu que eu levasse uma vergonhosa surra de meu pai.
Aos 18 anos achei que mataria minha mãe definitivamente, sem chances para ressurreição. Entrara na faculdade, iria morar em república, faria política estudantil, atividades em que a presença materna não cabia em nenhuma hipótese. Ledo engano: quando me descobri confuso sobre qual rumo seguir voltei à casa materna, único espaço possível de guarida e compreensão.
Aos 23 anos me dei conta de que a morte materna era possível, apenas requeria lentidão… Foi quando me casei, finquei bandeira de independência e segui viagem. Mas bastou nascer a primeira filha para descobrir que o bicho "mãe" se transformara num espécime ainda mais vigoroso chamado "avó". Para quem ainda não viveu a experiência, avó é mãe em dose dupla…
Apesar de tudo continuei acreditando na tese da morte lenta e demorada, e aos poucos fui me sentindo mais distante e autônomo, mesmo que a intervalos regulares ela reaparecesse em minha vida desempenhando papéis importantes e únicos, papéis que somente ela poderia protagonizar… Mas o final dessa história, ao contrário do que eu sempre imaginei, foi ela quem definiu: quando menos esperava, ela decidiu morrer. Assim, sem mais, nem menos, sem pedir licença ou permissão, sem data marcada ou ocasião para despedida.
Ela simplesmente se foi, deixando a lição que mães são para sempre. Ao contrário do que sempre imaginei, são elas que decidem o quanto esta eternidade pode durar em vida, e o quanto fica relegado para o etéreo terreno da saudade…
"Escrevi essa crônica em 11 de março de 2008, um dia após a morte de Ignês Pelegi de Abreu, minha mãe. Naquela época eu não tive condições de ler o texto no ar, no que fui socorrido pelo meu amigo Irineu Toledo. Hoje, um ano após sua morte, repito essa crônica em homenagem não só a ela, como a todas as mães que habitam o céu."

Recebi via e-mail. Parabéns a todas as Mães!

Me apaixonei por ecologia...

Loading...

Tricotando a vida

"A vida é como um tricô.Deus te dá a lã e as agulhasE te diz: Tricota o melhor que puder, um ponto de cada vez,Cada ponto é um dia na agulha do tempo.Depois de 12 carreiras de 30 ou 31 pontos,Terás 365 pontos,Em dez anos, cerca de 3650 pontos...Alguns são pelo direito, outros pelo avesso;;;Há pontos que se perdem...Mas que podemos recuperar...A lã que o bom Deus nos dáPara tricotar nossa existênciaÉ de todas as cores:Rosa como nossas alegrias, negra como nossos sofrimentos,Cinza como nossas dúvidas, verde como nossas esperanças,Vermelha como nossos amores, azul como nossos desejos,Branca como a fé que temos nele.Quantos pontos caberão no tricô de tua vida?Só Deus é quem sabe!
“Gastronomia é a arte de usar a comida para criar felicidade”
Krafft-EbbingMargarida Nogueira**

Adoro Cachorro!

Aos nossos filhos: aqueles a quem muito amamos

A filha dizia à Mãe como tudo ia errado. Ela não se saíra bem na prova de Matemática, ...O namorado resolveu terminar com ela e a sua melhor amiga estava de mudança para outra cidade.Em horas de amargura, a mãe sabia que poderia agradar a filha preparando-lhe um bolo. Naquele momento não foi diferente. Abraçou a filha e levou-a à cozinha, conseguindo arrancar da moça um sorriso sincero.Logo que a mãe separou os utensílios e ingredientes que usaria e os colocou na mesa, perguntou à filha:- Querida, quer um pedaço de bolo?- Mas já, mamãe? É claro que quero. Seus bolos são deliciosos...-Então está bem, respondeu a mãe. Tome um pouco desse óleo de cozinha!Assustada, a moça respondeu:- Credo, mãe! Que tal então comer uns ovos crus, filha?- Que nojo, Mãe!- Quer então um pouquinho de Farinha de Trigo ou Bicarbonato de Sódio?- Mãe, isso não presta! A Mãe então respondeu:- É verdade, todas essas coisas parecem ruins sozinhas, mas quando as colocamos juntas, na medida certa...Elas fazem um bolo delicioso!Deus trabalha do mesmo jeito. Às vezes a gente se pergunta por que Ele quis que nós passássemos por momentos difíceis, mas Deus sabeque quando Ele põe todas essas coisas na ordem exata, elas sempre nos farão bem.A gente só precisa confiar n'Ele e todas essas coisas ruins se tornarão algo fantástico! Deus é louco por você. Ele te manda flores em todas asPrimaveras...O nascer o Sol todas as manhãs...E sempre que você quiser conversar, Ele vai te ouvir!Ele pode viver em qualquer lugar do universo, e Ele escolheu o seu coração!
Encontrei aqui: http://sintonia106fm.blogspot.com/2008/03/lio-de-perseverana.html